Idioma

16 de dez de 2012

ObSeRvAçÕeS

     --- > Galera antes de tudo apertem o botão F5, assim vocês receberão a atualização do design do blog aí em suas casas (principalmente se a internet estiver lenta, talvez seja necessário até uma repetição). < ---
  
     --- > Recentemente criei um Twitter para divulgar o AMOR & ÓDIO, está aí para quem quiser seguir: @_juan_de_marco_ . Mande um Tweet, assim os seguirei de volta como farei com todos os leitores do Blog. Grato a atenção, bom entretenimento a todos. < ---

                                                                                                                                       Juan de Marco

15 de dez de 2012

BOAS FESTAS

                Meus caros amigos (as) há alguns meses fiquei de divulgar os estados que visitaram o blog. Para minha surpresa fomos vistos em ¾ dos estados brasileiros (incluindo o Distrito Federal). Queria agradecer a todos pela força e atenção, para quem achou que isso não passaria de sua cidade é mais do que espantoso e gratificante. A seguir os estados que abrilhantaram este “evento”: Alagoas, Amapá, Amazonas, Bahia, Ceará, Distrito Federal, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, São Paulo e Sergipe.
            Como disse anteriormente no post Até a próxima meus amigos, neste mês decidi encerrar as atividades do AMOR & ÓDIO, que guardarei sempre comigo com as melhores lembranças possíveis. Mas deixando este fato de lado dezembro é celebrado o natal, data tão comemorada por cristãos e não cristãos no mundo inteiro. Dia 25 fazemos aquela cerimônia, reunimos os amigos e parentes para comemorar o nascimento de cristo. Trocamos presentes, mudamos a decoração tornando cada instante ali inesquecível. Também há a virada do ano, momento ao qual nos renovamos cheios de esperanças para o novo ano que vira. Aproveitem cada momento, fiquem ao lado das pessoas que vocês gostam sem nunca se esquecer de orar para agradecer tudo de bom que neste ano Cristo pode lhes proporcionar. Não sou um fanático religioso, ou um cristão praticante, mas desejo para cada um de vocês um: Bom Natal e Feliz Ano Novo!


VERSOS LIVRES

            A raiva quando imensa polui e mente, corrompe o homem e destrói o amor que ele sente.

SONETO DE UM POETA

Escrevi recentemente um soneto que relata como é ser um poeta. Com versos sinceros tentei transmitir isso, numa conversa entre o poeta e sua musa inspiradora. Espero que todos entendam e gostem:




SONETO DE UM POETA


A cada folha branca
Uma nova confissão
Pode ser um rabisco
Ou uma bela emoção

A cada folha branca
Vejo o mundo diferente
Posso até estar sozinho
Mas nunca estou carente

Seu coração é como um livro fechado
Mesmo sem trancas está seguro
Por um fiel e certo príncipe encantado

O meu esta esperando a pessoa certa
Pode ser obscena, louca ou estranha
Mas que me aceite como um poeta

DEVANEIO

            “E mais uma vez vejo você partir, sem ao menos se despedir. Queria olhar nos olhos seus mesmo que fosse para dizer um breve adeus. Sei que isso realmente iria doer, mas não tanto como tentar te esquecer”.

                                                                                                    Para minha musa inspiradora

ATÉ A PRÓXIMA MEUS AMIGOS

            Novembro foi mais um mês bem sucedido para o blog. Boa média de visualizações, o carinho de todos e a volta da galera do Facebook comparecendo em peso. Nos últimos meses prevaleceu um domínio maior dos que frequentavam o Twitter, mas agora fico mais aliviado em ter equilibrado esta balança das redes sociais por aqui.
            Neste mês de dezembro será feita a última publicação, os últimos post’s e o último suspiro do AMOR & ÓDIO. Neste tempo no ar fiquei maravilhado com a repercussão e as oportunidades que surgiram graças a ele. Tudo que é bom uma hora tem que chegar ao fim e quero me despedir bem com cada um de vocês. Seria triste ver este formato se desgastar com o tempo, cair na mesmice se tornando uma rotina ou fardo para cada um de nós. Creio que este jornal eletrônico cumpriu seu dever e agora pretendo alçar novos voos rumo à universidade. Aqui pude me encontrar e com isso seguirei na área jornalística.
            Isto não é um adeus, como diz no título futuramente nos esbarraremos por aí, quem sabe em breve... Muito obrigado por tudo, vocês são de mais.
            Até logo meus amigos!

15 de nov de 2012

ObSeRvAçÕeS

     --- > Galera antes de tudo apertem o botão F5, assim vocês receberão a atualização do design do blog aí em suas casas (principalmente se a internet estiver lenta, talvez seja necessário até uma repetição). < ---
  
     --- > Recentemente criei um Twitter para divulgar o AMOR & ÓDIO, está aí para quem quiser seguir: @_juan_de_marco_ . Mande um Tweet, assim os seguirei de volta como farei com todos os leitores do Blog. Grato a atenção, bom entretenimento a todos. < ---

                                                                                                                                       Juan de Marco

14 de nov de 2012

TOCADORES DA ALMA

            Neste mês há guardada uma data que muito poucos conhecem. O dia do músico é celebrado em 22 de novembro, profissional responsável por nossa alegria no dia a dia.
            Seja numa música na balada, num toque de celular ou sozinho (a) num dia de chuva eles fazem a trilha sonora de nossas vidas. O que seria de nós sem aqueles que reproduzem o som de fundo para que tudo aconteça? Com certeza perderíamos a graça e a emoção do momento. Para cada parte da vida há uma música para lembrarmos alguém ou algum caso singular. Este profissional está tão presente e sequer damos conta disso.
            Pensei em escrever um poema relativo ao dia, mas acho melhor deixar um pedido aqui. Quando esta data chegar ouça seu artista ou banda preferida, reverencie seus músicos prediletos e mantenha viva toda a poesia presente em suas letras e histórias de vida.




            Simplesmente uma banda com músicos que todos conhecemos e gostamos. Grande Beatles


DEVANEIO

            “Quando você está presente à música que toca em meus ouvidos tem sempre o tom de alegria. Escalas que se encaixam perfeitamente com os meus sonhos e harmonia fundamental para o meu viver”.

                                                                                                    Para minha musa inspiradora 

POR QUE

   Em cada um de nós há um porque, que muitas vezes vem acompanhado do medo de descobrir a verdade. Verdade ao qual dependendo de sua importância pode até mudar toda uma vida... Vida. Um eterno enigma ao qual só temos uma certeza: a de que um dia vamos morrer.





POR QUE?


Por que só pensar, se podemos simplesmente fazer?
Por que confundir, se podemos esclarecer?
Por que chorar, se podemos sorrir? E não importa a idade, pois a juventude está no coração de quem acredita, e não daquele que simplesmente a tem

Por que roubar, se podemos doar?
Por que xingar, se podemos elogiar?
Por que duvidar de algo, se podemos acreditar com todas as forças que aquilo pode ser real? Pois por mais improvável e louco que seja um sonho, ele existe no coração de quem realmente acredita

Por que empurrar, se podemos abraçar?
Por que apenas ter, se nós também podemos dividir?
Por que parar, se podemos caminhar? Pois a estrada da vida talvez seja única, então faremos dessa jornada algo prazeroso, pois o prazer de viver está em quem não tem preguiça de percorrer

Por que rejeitar se podemos aceitar?
Por que abandonar se podemos acolher?
Por que sofrer, se podemos viver? E assim fazer dessa vida uma experiência única, pois essa é a única chance que temos de fazer acontecer

REFLITAM

            Essa semana minha grande amiga Jéssica Gonçalves publicou no Facebook uma foto da página Sou um dos teus segredos. Após curtir comentei e achei interessante o diálogo entre nós. Pensem nisso, tudo na vida tem um por quê... Hoje podemos estar em baixa, mas é para quando estivermos por cima darmos o devido valor a tudo que conquistamos:

            “Se tudo na vida fosse só alegria, as pessoas não dariam valor à felicidade. Ás vezes é preciso chorar para sabermos o quanto é bom sorrir, é preciso sentir saudade para saber o quanto gostamos de alguém, quando temos tudo nada parece ter valor. A vida é um antes, um durante e um depois. Por isso, viva o hoje, esqueça o ontem e deixe Deus decidir o amanhã.”
            Juan de Marco: A vida é surpreendente e Deus a todo instante sabe o que faz.
            Acho que tudo não teria graça se fosse sempre um mar de rosas. Temos que sofrer e cair para assim levantar e atingir a felicidade!
            Jéssica Gonçalves: Com certeza Juan. Faz parte da vida, não é? Agente sofre um pouco, mas se Deus quiser isso tudo passará.
            Juan de Marco: Amém!

O MÊS QUE SE PASSOU

            Outubro foi realmente um ótimo mês. Tivemos uma boa média de visualizações e como sempre o afeto de todos. Acrescentei algumas coisas ao blog AMOR & ÓDIO para dar uma dinamizada e uma maior atenção aos leitores. Um dos itens foi uma barra de idiomas, assim pessoas de outros países (acredite, temos um bom número de visitas no exterior) podem ler o blog sem precisarem instalar algum programa ou colocar num editor de textos. Outra coisa que acrescentei foi uma ferramenta ao qual vocês podem ver meus Tweets recentes, fortalecendo mais o contato com os amigos leitores do Twitter.
            Como sempre obrigado pelas visitas, sem vocês isso não passaria de um mero jornal digital. A vida presente aqui se dá devida a atenção e respeito de ambos. Este jovem poeta fica lisonjeado por fazer parte da vida de vocês.
            Rumo ao final do ano amigos!

15 de out de 2012

ObSeRvAçÕeS

     --- > Galera antes de tudo apertem o botão F5, assim vocês receberão a atualização do design do blog aí em suas casas (principalmente se a internet estiver lenta, talvez seja necessário até uma repetição). < ---
  
     --- > Recentemente criei um Twitter para divulgar o AMOR & ÓDIO, está aí para quem quiser seguir: @_juan_de_marco_ . Mande um Tweet, assim os seguirei de volta como farei com todos os leitores do Blog. Grato a atenção, bom entretenimento a todos. < ---

                                                                                                                                       Juan de Marco

14 de out de 2012

VELHA INFÂNCIA

            Quem na infância nunca esperou ansioso o dia 12 de outubro? É nele que se comemora o dia das crianças, data ao qual eufóricos ganhávamos presentes como doces, brinquedos ou até roupas (apesar que nem todos gostavam de ganhar isso).   
            Os anos passaram e nos tornamos jovens, adolescentes e enfim adultos. Muitos lembram com saudades daqueles tempos, já outros nem fazem tanta questão. Mas é bom olhar o passado e ver como éramos felizes com tão pouco. Lembrar é viver, mas não podemos retornar ao passado. Por isso não devemos deixar nossa criança interior morrer. Temos que ter nossos sonhos, sempre que possível sorrir e brincar com as situações que a vida nos proporciona. Só assim poderemos tirar um pouco deste peso que, com o tempo se torna árduo para qualquer um.           
            Escrevi um poema que fala um pouco destes tempos, tempos em que éramos crianças:





SAUDADES DE SER CRIANÇA


Lembro-me dos tempos de criança
Quando tudo era apenas diversão
E eu corria, pulava, ria e gritava
Independente do motivo ou ocasião
Eu podia, pois eu era um brincalhão

Lembro-me dos tempos de criança
Quando tudo era imprevisível
Fugia do banho e do escuro
Tinha até um amigo invisível
E um plano que era infalível

Lembro-me dos tempos de criança
Quando tudo parecia um sonho
Podia ser príncipe ou até herói
Diferente desse lugar estranho
Que dia perco e outro dia ganho



            Agradecimento especial a Nathália F. Cherém, por ter feito a ilustração para este post.

VERSOS LIVRES

            Talvez eu saiba o que se passa contigo ou não, só sei que as palavras têm o poder de nos guiar na escuridão.

AMIZADES ANTIGAS E ATUAIS

            É certo dizer que amigos de infância são temporários e que amigos na maior idade são para a vida toda? Complicado isso, mas para cada pessoa há uma resposta certa, ou só mais uma pergunta. É bom olharmos para trás e vermos que tivemos bons amigos, e assim guardar boas lembranças de tempos que jamais serão apagados. Melhor ainda é quando eles podem nos acompanhar em novas aventuras que o tempo proporciona. Mas quando não podem seguimos em frente e assim conquistamos novos amigos, que até substituem os antigos, mas que muitas vezes ganham um espaço maior até do que os que já se foram.
            A seguir um relato sobre isto, um caso entre vários que podem acontecer:


       “... Antes de começar a falar digo que, antigamente sempre tive péssimas amizades. Já hoje em dia tudo está totalmente diferente, minha vida se tornou o contrário do que era.
       Sempre tentei saber o porquê disso, mas nunca descobri. Cada um ali queria ser melhor que o outro ou queria ser o destaque em certas brincadeiras. Às vezes eu me metia em certas coisas e acabava me dando mal, depois rolavam brigas e etc. Sempre aconteciam discussões, eles me xingavam e eu por minha vez também dava o troco. Não me chamavam para nenhum lugar e eu também fazia a mesma coisa. Hoje em dia eles têm mais "cabeça", já são grandes e pensam melhor no que fazem para não cometerem as besteiras de antigamente. Sei que não preciso mais deles, eu só os tinha por perto porque eles eram meus amigos de infância, moravam no mesmo condomínio e tal.
       Depois de muito tempo parti para outros lugares, descobri gente nova, mais interativa e que se preocupa comigo. Os meus amigos atuais são bem maneiros pelo simples fato de também curtirem o que eu curto, é totalmente diferente! Eles não moram na mesma cidade que eu e sim no interior muito distante da capital. Vou lá algumas vezes pelo ano e nos divertimos bastante batendo um papo, bebendo e indo a shows. Até já trabalhei por um curto período de tempo como segurança, só pra curtir uma festa com os manos de lá.
       Antigamente em minhas amizades não tinham nada disso, agora a maré mudou ao meu favor. Por isso que não me arrependo de nada que aconteceu na minha vida... ”


Wilson Vargas, 20 anos, Salvador – BA



            Como percebemos este caso pode ser resumido em duas palavras: incompatibilidade e familiaridade. No passado dele o processo de socialização sem opção, ou seja, fazer amizade com quem há ali e pronto. Já no estado presente vemos os gostos em comuns, depois de adquirida a maturidade podemos voar para ares onde nos acolhem melhor, ser livres para ter os amigos que queremos ter.
            Quando somos novos muitas vezes nos deparamos com esta situação, algo chato, pois quase sempre nos vemos envolvidos com pessoas “nada haver” conosco. Há circunstâncias ao qual a vida nos impõe isso, seja num bairro, escola ou até mesmo na família, temos que tentar driblar as diferenças para quem sabe futuramente ter um ambiente opcional para estar. Claro que ter liberdade de escolher com quem ficar é ótimo, ainda mais quando são pessoas que só nos fazem bem, podemos ser quem somos sem ter medo de causar más impressões. Zuamos e curtimos a vida de um modo diferente, tudo parece ter sentido, até mesmo quando vivemos num filme em preto e branco.

DEVANEIO

            “Não pense em mim somente como um amigo, pois quando a noite fria chegar posso ser aquele que aquece seu coração diante a solidão. Quero ser amante ou namorado, sapo ou príncipe encantado o que importa é ter você ao meu lado”.

                                                                                                    Para minha musa inspiradora

O MÊS QUE SE PASSOU

            Setembro foi um mês bem corrido, para não dizer sufocante. Tivemos a menor média de visualizações desde o início do blog AMOR & ÓDIO, mas isso não tira o ânimo de continuar escrevendo por aqui. O fato desta “queda” se deve a meus projetos paralelos, vida particular e os estudos... Vamos dizer que é pouco tempo para organizar e fazer tudo. Dei conta, mas para isso deixei de divulgar o blog com a intensidade de antes.
            Agradeço a todos pelas visualizações, que cederam seus tempos e deram a mim suas atenções. Se não fosse todos não estaria aqui levando isso adiante.
            Continuemos juntos!

13 de set de 2012

ObSeRvAçÕeS

     --- > Galera antes de tudo apertem o botão F5, assim vocês receberão a atualização do design do blog aí em suas casas (principalmente se a internet estiver lenta, talvez seja necessário até uma repetição). < ---
  
     --- > Recentemente criei um Twitter para divulgar o AMOR & ÓDIO, está aí para quem quiser seguir: @_juan_de_marco_ . Mande um Tweet, assim os seguirei de volta como farei com todos os leitores do Blog. Grato a atenção, bom entretenimento a todos. < ---

                                                                                                                                       Juan de Marco

12 de set de 2012

SENDO DE SANGUE OU NÃO

            Em homenagem a Madre Tereza de Calcutá, no 10º aniversário de seu falecimento (05/09/07) foi criado o dia do irmão. Esta data guarda um grande valor para quem sabe o significado deles em sua vida. Para aquele que não tem saiba que não precisa ser de sangue para ter um. Muitas vezes independente das brigas nosso (a) melhor amigo (a), primo (a) e até os pais fazem esta função.
            Abaixo alguns versos que relatam esta relação:



Irmão, se puder me abrace agora
Pois amanhã talvez eu não te veja
Sei que fui ausente em outra hora
Mas saiba que você é fundamental
Para minha conquista mundo afora


            Na foto um exemplo desta união, meus amigos Luis Filipe e Maria Fernanda. Espero que todos possam abraçar seu irmão, pois este laço faz com que criemos forças para encarar os diversos desafios que estão por vir. 

DEVANEIO

            “Sentirei falta dos seus beijos, abraços e carinhos. Talvez eles não se comparem aos sonhos que juntos tivemos, sonhos ao qual fizeram você existir para mim. É complicado admitir, mas se você não existe por que sentirei sua falta?”

                                                                                                    Para minha musa inspiradora


PROJETO DOE AMOR

            Meus caros e caras, hoje de manhã quando estava editando e selecionando os textos do blog, minha colega Camila Nunes (modelo e fotógrafa) me passou seu novo projeto pelo Face. Achei bem interessante, e gostaria de divulgar aqui para que vocês pudessem conhecer melhor este novo trabalho. Ajudem como puderem, pois nessas horas devemos amparar o próximo, independente se é com muito ou pouco, o importante é contribuir!
            A seguir o texto escrito por ela:


                    Bom dia quer fazer a diferença hoje? É um bom dia para começar. Dia lindo com ideias lindas!
            Venho por meio desta paixão chamada fotografia pedir carinhosamente aos meus grandes amigos e principalmente desconhecidos, conhecidos de conhecidos enfim.... Que me ajudem a espalhar o amor. Trata-se do meu novo projeto “Doe Amor“.
            Este projeto não possui fins lucrativos e será sustentado através de doações e de muita boa vontade de quem quer ajudar e fazer ir além. Pessoas que estão dispostas a ajudar com doações de lindas roupinhas de bebês, sapatinhos, fraldas, produtos de higiene, banheirinhas, cestas básicas e enfim, todas essas coisinhas essências para estes bebês que estão a caminho.
            Este projeto também irá ajudar na conscientização dessas mamães para que cada uma cuide muito bem desses pequenos. Assim eles podem vir ao mundo saudáveis e cheios de energia, com o pré-natal em dia e principalmente a certeza de que terá um lugarzinho aconchegante a espera deles.
            Todas as gestantes além das doações ganharão uma sessão fotográfica que, será um presente meu para guardarem com todo carinho deste momento único e lindo na vida de toda mulher.



            Se você conhece uma gestante carente que mereça fazer parte deste projeto entre em contato através do:
  ·     Cel.: (035) 8402-5561     
            A todos um grande beijo e obrigado desde já!

REFLITAM

            Essa semana após passar o blog para minha amiga @ResidentEllen, ela viu no meu perfil do Twitter que fui desenhista. Após perguntar se eu ainda desenhava tivemos um diálogo interessante. Pensem nisso, talvez você não seja bom no que faça, mas se te faz feliz vale a pena:

            Ellen Antunes: Ok, você é desenhista, então.. tem seus desenhos lá?
            Juan de Marco: Ñ Ellen, faz quase 10anos q parei d desenhar, cheguei at a ganhar concursos mas ñ desenho +. O conteúdo sim fui eu q escrevi.
            Ellen Antunes: é que eu gosto como passatempo, tenho um caderno só com eles, mas eu não mando muito bem... Estou em busca de técnica ainda
            Juan de Marco: Q isso, o q vale msm é gostar do q se faz, fazr com amor e dedicação torna vc melhor naquilo. Técnica vm com o tmpo...
            Ellen Antunes: oun *-* é verdade!



            Obs.: A conversa original não foi editada, então contém erros e abreviações em determinadas palavras, pontuações e espaços. Não há norma culta na linguagem digital, mas o diálogo é de fácil entendimento.

O MÊS QUE SE PASSOU

            Agosto foi mais um mês bem sucedido para o blog. Além de manter sua média de visualizações, o AMOR & ÓDIO já foi visto em vários lugares do Brasil. Por enquanto manterei um suspense, mas em breve espero poder divulgar a sequencia de Estados que viram e prestigiaram este sonho.
            Galera do Twitter e Facebook vamos continuar comparecendo em massa, para que todo mês possamos aprender algo novo nas relações entre nós, seres humanos além de enriquecer o coração com belas palavras e versos sinceros.
            Isso aí amigos (as)!

15 de ago de 2012

ObSeRvAçÕeS

     --- > Galera antes de tudo apertem o botão F5, assim vocês receberão a atualização do design do blog aí em suas casas. < ---
  
     --- > Recentemente criei um Twitter para o AMOR & ÓDIO, está aí para quem quiser seguir: @_juan_de_marco_ . Mande um Tweet, assim os seguirei de volta como farei com todos os leitores do Blog. Grato a atenção, bom entretenimento a todos. < ---

                                                                                                                                       Juan de Marco

14 de ago de 2012

PAI = PARA AMAR INCONDICIONALMENTE

            O mês dos pais chegou, para muitos é hora de presentear aquele que cuida e mantém a família. É hora de homenagear aquele que por toda a vida sempre é sinônimo de compromisso, força e responsabilidade.
            Agosto é como os outros meses para um pai, pois ele trabalha firme, paga as contas e arruma um tempinho para estar presente na vida de seus filhos e esposa. Mas saiba que neste mesmo mês, quando chega o dia 12 e ele recebe atenção, um parabéns ou até mesmo um simples abraço ou aperto de mão pode ter certeza de que é a confirmação de que tudo ali está valendo a pena, pois é a recompensa de toda sua superação do dia a dia.
            A seguir escrevi um momento entre vários que vivemos ao lado de nossos tutores, que mesmo em dificuldades sabem a resposta de todas as nossas perguntas:


             "Anos se passaram e o romantismo se perdeu
            Em meio a tanto caos o homem se corrompeu"

            _ Por que? (Disse o menino ao pai).
 
            Pensativo o homem olhou no fundo dos olhos de seu filho e disse:
 
            _Não sei ao certo meu querido, pois em meio de tanto trabalho também fico impedido de sonhar, pensar e amar tudo que de belo há. Mas diferente dos versos acho que o mundo de cada um depende de como nós os vemos e enxergamos, mas acima de tudo como sentimos e tocamos, amamos e até odiamos aquilo que Deus nos mandou, criou e aperfeiçoou.
    
          


            Nas fotos de cima: Cristiane, Jésus e Débora/Isabela e Laércio
            Nas fotos de baixo: Raíssa e Altamiro/Mariana, Luiz e Nathália
            A estes e aos pais de todo o mundo um Feliz dia dos Pais!

VERSOS LIVRES

            Apenas queria sair de casa e saber que tem alguém me esperando de volta. Na janela, no quintal, na sala ou na porta. Espere-me em breve, o tempo não importa. Você talvez não exista, mas sinto sua falta.

TEMPO

   Dizem que o tempo é o melhor remédio. Seja num relacionamento que acabou numa amizade que se foi ou até na ausência de um ente querido o tempo se mostra eficaz quando junto a ele somamos a paciência, mas qual o verdadeiro significado do tempo?
            Há três anos escrevi um poema a respeito deste tema, que a muitos causa uma grande incógnita. Desfrutem destes versos:





TEMPO


Tempo, o que é o tempo?
Será simplesmente tudo?
Será simplesmente nada?
Ou apenas mais um absurdo?

Engana-se quem acha o que o tempo é simples
Que é apenas passado, presente e futuro
Que é apenas hora, minuto ou segundo
Engana-se quem nada acha sobre o tempo

Tempo, que a todo instante age sobre nós
Ele nos faz aprender e desaprender
Ele nos faz matar e morrer
Ele nos faz envelhecer e rejuvenescer

Tempo, que interfere até na natureza
Ele faz o vento invisível soprar
Ele faz a chuva fria cair
Ele faz o sol ardente esquentar

Tempo, que tenta imitar o teatro
Faz de nós suas marionetes
Faz de nossas vidas seu espetáculo
Mas diferente da peça de teatro não tem fim

Tempo, o que será o tempo?
É uma mera ilusão diante da vida?
É uma tragédia a exemplo da morte?
Tempo nada mais é uma pergunta sem resposta

DEVANEIO

            “Queria te dizer o quanto amei ouvir sua voz, me deliciar imaginando você ao meu lado sorrindo, sussurrando palavras belas e tornando real um sonho encantado”.

                                                                                                    Para minha musa inspiradora

O MÊS QUE SE PASSOU

               Julho foi um mês de dúvidas para mim, queria ver como ficaria o blog após seu lançamento, se ia perder o público ou não. Para nossa alegria o AMOR & ÓDIO manteve a média de visualizações conquistada no mês anterior, o que a meu ver é algo bom... Claro que boa parte destas visualizações foi de pessoas novas, já que comecei a divulgá-lo no Twitter (@_juan_de_marco_), que criei recentemente em prol disto.
               Obrigado aos novos leitores, vocês são muito bem vindos aqui, e aos antigos nem preciso falar nada, já são de casa. Sintam-se a vontade para ler, comentar, seguir e divulgar.
            Estamos juntos!

15 de jul de 2012

ObSeRvAçÕeS

     --- > Galera antes de tudo apertem o botão F5, assim vocês receberão a atualização do design do blog aí em suas casas. < ---
  
     --- > Recentemente criei um Twitter para o AMOR & ÓDIO (Tá aí: @_juan_de_marco_), quem quiser mande um Tweet, assim os seguirei como farei com todos os leitores do Blog. Grato a atenção, bom entretenimento a todos. < ---

                                                                                                                                       Juan de Marco

14 de jul de 2012

UM POUCO DE VOCÊS

            Neste mês temos uma data significativa no nosso calendário, mas poucos sabem que ela existe. O dia do amigo é celebrado aqui no Brasil em 20 de julho, para quem sabe o valor de uma amizade sincera vê o quanto isso representa.
            Nesta última quinta (12 de julho) sai para comemorar um mês da estreia do blog, no qual teve mais de mil visualizações. Para mim esta marca é surpreendente, pois tive o reconhecimento de todos com relação a este projeto, que desde o começo do ano venho lapidando e esculpindo. Tudo me fez sentir uma felicidade imensa, pois estas pessoas para mim não são só leitores ou fãs, são muito mais que isso, se tornaram meus amigos!
            Sinto-me honrado com tudo, marquei com uma galera de irmos a um Sushi Bar celebrar o feito, abaixo vocês verão cinco representantes dessa massa de novos amigos que conquistei. Considerem-me a partir de hoje como parte de suas famílias.
  


            Pela sequencia da foto: Allyson Fernandes, Daniela Silva, Afonso Costa, Raíssa China e Renato Martins Pareira. A eles e a todos que viram, gostaram, divulgaram o AMOR & ÓDIO, um muito obrigado!

DEVANEIO

            “É tão ruim ficar diante de quem gostamos e nada poder fazer. Não posso lhe acariciar, sentir, beijar e nem lhe seguir para qualquer lugar. Sequer posso fechar os olhos e esquecer o mundo, você de minha mente não sai, simplesmente se tornastes meu mundo”.

Para minha musa inspiradora

RELACIONAMENTOS FRUSTRADOS

            É difícil seguir adiante num relacionamento quando temos dúvidas do que queremos ou do que sentimos. Amar alguém não é uma questão de agora eu quero e pronto, tem que ter química para depois rolar um sentimento. Tem que ter aquele tesão ao olhar para a pessoa, aquela vontade de sentir o cheiro de tal e assim arrepiar só de tocar a (o) amante. Mas tem aqueles (as) que tentam fazer disso algo mutável pela simples vontade de agradar alguém, de insistir em algo ao qual todos vêem que dará errado ou até mesmo de fingir um sentimento que não existe.
            A seguir mostrarei um relato sobre isto, um relacionamento que se desfez:


“... Bom, o que pode ser dito é que algo que começou como uma incerteza total, sem rumo, sem sentido, uma amizade surgida “do nada” pelo Orkut a um bom tempo atrás, se tornou depois o encontro de corpos, o primeiro beijo num evento e desde então, o começo de uma longa e complicada história.
       No começo parecia que um completava o outro, porém à distância, o meu não saber se era realmente aquilo que queria e esperava pra mim, naquele exato momento da minha vida. Repentinamente tantas mudanças e havia também um “outro alguém” por quem eu pensava, porém sem ter nada sério. Não queria mostrar há ninguém meu relacionamento com tal, tinha um receio muito grande das coisas, do meu não saber, das minhas dúvidas, logo eu, envolvida com alguém tão inesperadamente, a menina fria e dura, estava me apaixonando, como era possível?
       Foi assim por um bom tempo, encontros escondidos, quase ninguém sabia, nem eu mesma ainda sabia se era aquilo que eu queria pra mim. Diversas tentativas de termino eu fiz, porém, eu cometi talvez o meu maior erro: fiquei por “caridade” com alguém. Sentia-me culpada por ter deixado as coisas fluírem daquela forma e não ter feito nada para parar, mesmo não ligando para mim, sabia que não o amava de verdade. Já ele demonstrava o contrário em relação a mim, em qualquer tentativa de término, parecia que algo de trágico aconteceria com ele, isso me fez ficar e continuar até que, eu meu apaixonei e assim correspondi aos sentimentos.
       Estava então tudo bem, porém um grande problema surgiu e se chamava ciúmes excessivos. Eu não podia ter meus amigos, não podia receber um elogio inocente, tudo era motivo para brigar, pois para ele alguém ia dar em cima de mim, e olha que eu não sou a beleza e simpatia em pessoa. Quando ocorria, eu sempre soube colocar para mim o meu lugar e me impor na situação. Mas isso desgastou todo o relacionamento com o passar do tempo. Mas, ainda assim, tentávamos e tentávamos, parecia que aquilo jamais acabaria que sempre seria daquela forma, com brigas, mas sempre juntos. Não nego as partes boas, eu fui feliz, eu sai para lugares que nunca havia ido antes, conheci novas pessoas, provei novos sabores e me deixai levar pelo novo horizonte. Mas ainda não era tudo o que eu queria, havia um vazio, um vazio que eu achava que podia se ocupar um dia, mas que nunca aconteceu, apesar do meu insistir tanto.
Um dia me toquei que o sentimento não era o que eu sempre quis e que eu não o sentia de verdade. Pra ser sincera acho que ele nunca esteve ali, só fui enganada por mim mesma pelo calor da situação e o acobertava com medo de não achar mais ninguém pra mim.
Então certo dia tudo acabou, não de uma hora pra outra, ainda ouve tentativas (da parte dele) de retorno, mas eu já estava decidida. Eu não estava pronta para aquilo, não para ele ao menos, precisava de outra coisa, de outro alguém, mas também não naquele momento. A partir dali decidi optar por meus amigos, por sair e me divertir. E assim foi feito então, voltei a ser a menina decidida que havia deixado de ser quando achei que me entregava a ele. Optei por ser solteira e confesso que eu pensava nele, mas não com a saudade de manter um relacionamento e sim, com a saudade da amizade que eu estava perdendo, afinal, ele era meu companheiro e meu amigo antes de tudo aquilo ter começado. Dizer que eu sofri por ele seria mentir, mas digo que senti saudades, saudades do AMIGO, não do namorado que tive... ’’ 


Jéssica Santos, 21 anos, Arujá – SP



            Como podemos ver este caso começou meio que sem querer, de uma sólida amizade que virou um namoro instável até o não amar e depois se apaixonar. Quando tudo parecia bem surgem os ciúmes e nisso a volta das incertezas, que levou a nossa protagonista cessar tudo levando ao término do relacionamento.
            Em raros casos vemos que um ser consegue aprender a amar o outro, mas não devemos dar a nós esta cruel tarefa. Se infelizmente não correspondemos a algo temos que ter coragem de falar nos olhos da pessoa à verdade, para que assim ela não alimente falsas esperanças. Claro que ela pode se magoar, mas a dor sofrida no começo não é tão forte quanto a do fim... Isso pode levar ao ódio, pois este sentimento é uma fronteira constante com a do amor antes sentido.